A alta direção da Enap definiu, no seu Plano de Modernização Administrativa e Tecnológica, a implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) como uma ação estratégica e de curto prazo. Não se pode prescindir das tecnologias da informação e da comunicação, tanto na educação e na gestão do conhecimento, como nas atividades diárias relacionadas à gestão documental.

A implantação do SEI permitirá a automação dos processos administrativos, que serão realizados com mais agilidade e segurança. Com isso, os gestores poderão visualizar, dar andamento e assinar documentos nos processos de qualquer lugar via smartphones ou tablets. Será possível redefinir fluxos de trabalho, dar celeridade aos processos e reduzir custos.  

Cada vez mais utilizaremos as tecnologias para a modernização da administração pública, e para cumprir uma agenda ambiental importante e sustentável, que é a redução ou eliminação do papel.

O Projeto Enap Sem Papel está, portanto, diretamente ligado ao Plano de Logística Sustentável da Enap, que tem como objeto o Programa Agenda Ambiental na Administração Pública A3P, visando um ambiente sustentável e a qualidade de vida no trabalho.

Assim, o uso de sistemas como o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), o Sistema Integrado de Gestão (SIG), o Repositório Institucional e o Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle contribuirão sobremaneira para a gestão de mudanças na instituição.

No entanto, não podemos olhar apenas para os sistemas, será preciso o engajamento das pessoas, incentivar a diminuição do uso do papel em todos os segmentos de atuação da Enap e garantir que todos se sintam felizes com esta mudança.

modernizacao_e_agenda_ambiental

Fonte: Change-Tech http://www.change-management.info/o-que-e-gestao-da-mudanca/